Bem-estar

Tipos de dores de cabeça: sintomas, causas e tratamentos

Dores de cabeça (ou cefaleias) são sintomas comuns, que podem se manifestar em qualquer pessoa, independentemente da idade e por diferentes motivos. Ainda assim, a depender das características da dor, não deve ser subestimada.

No entanto, é preciso estar atento à frequência em que a dor surge e em qual parte da cabeça ela está localizada. Isso porque, dependendo desses e de outros fatores, pode ser um sinal de alerta para problemas mais sérios.  

Por isso, neste artigo listamos os tipos mais comuns de dores de cabeça, seus sintomas, causas e possíveis tratamentos.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cefaleia, a dor de cabeça é a sétima doença mais impactante do mundo e, somente no Brasil, cerca de 140 milhões de pessoas convivem com essa enfermidade. 

Acompanhe o artigo!

Quais são os principais tipos de dores de cabeça?

Confira a seguir as características das cefaleias mais frequentes, as principais causas e os tratamentos mais comuns. 

Vale lembrar, no entanto, que as informações abaixo são orientações gerais para que você consiga avaliar minimamente suas queixas. Em caso de queixas mais intensas ou persistentes, a orientação é procurar auxílio médico o quanto antes.

1. Dor de cabeça tensional

A dor de cabeça de origem tensional é uma das mais comuns. Geralmente causada por estresse, má postura ou ansiedade, ela afeta os músculos das costas e pescoço, deixando-os rígidos e doloridos. 

Além disso, esse tipo de dor transmite uma sensação de pressão na testa ou na nuca, e aumenta nossa sensibilidade à luz e ao ruído.

Para aliviar esse tipo de dor de cabeça, algumas ações úteis podem ser:

  • Identificar os fatores estressores e tentar minimizá-los
  • Inserir atividades relaxantes na rotina.
  • Atentar-se para a postura e ergonomia.
  • Realizar atividades físicas.
  • Como medidas físicas, pode-se recorrer a massagens e aplicação de compressas quentes nas áreas de tensão muscular.
  • Caso seja necessário, pode-se fazer uso de medicação analgésica e relaxante muscular. Neste caso, é bom seguir orientação médica.

Os fatores que podem causar dores tensionais também podem estar relacionados ao estresse.
Confira neste artigo o que o estresse pode causar!

2. Enxaqueca

3. Dor relacionada à sinusite

Dos vários tipos de dores de cabeça, a enxaqueca é possivelmente a mais incapacitante.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 15% das pessoas no mundo sofrem com essa condição, sendo que, somente no Brasil, são cerca de 30 milhões de pessoas.

A doença caracteriza-se por uma dor muito forte e pulsante em apenas um lado da cabeça, podendo vir acompanhada de tontura, vômitos, náusea e sensibilidade aumentada a sons (fonofobia) e à luz (fotofobia). 

Sua duração pode variar entre minutos e horas

Os possíveis tratamentos para a enxaqueca variam, podendo ser:

  • Identificação dos fatores desencadeantes (estresse, alimentos, bebidas alcoólicas, período menstrual).
  • Identificação dos fatores de melhora (repouso, silêncio, ambientes escuros, posição mais adequada).
  • Mapeamento de doenças associadas, como fibromialgia.
  • Medicações profiláticas (preventivas) e de resgate.

Em casos crônicos de enxaqueca, geralmente é necessária uma investigação mais aprofundada do quadro, já que os episódios tendem a se repetir.

A dor de cabeça causada pela sinusite geralmente se concentra logo acima dos olhos ou na face, piorando quando se inclina a cabeça para baixo. 

Normalmente é acompanhada de outros sintomas como febre, coriza, congestão nasal, tosse e mau cheiro vindo do nariz. 

O tratamento desse tipo de cefaleia está relacionado ao cuidado com a condição de base, no caso a sinusite.

Por ser uma condição infecciosa, é comum os médicos prescreverem medicamentos antibióticos como forma de tratamento.

Especificamente para as dores de cabeça, podem ser utilizadas analgésicos comuns, como dipirona. Caso seja necessário, procure um(a) médico(a).

4. Cefaleia em salvas

Desta lista, a cefaleia em salvas (em ondas) é a menos frequente (felizmente). Mais forte que a enxaqueca, ela causa pontadas de dor muito fortes em um lado da face e no olho desse mesmo lado. 

Esse tipo de dor de cabeça é mais perigosa que as demais, pois pode se irradiar para diferentes áreas da cabeça, como a região temporal, testa, bochechas e até o nariz, podendo se tornar crônica.

As crises são regulares e não há uma duração pré-definida, podendo se estender por minutos ou horas. No entanto, sabe-se que ela ocorre de forma cíclica. Por exemplo, quem convive com a condição, geralmente apresenta crises nas mesmas épocas.

Em alguns casos, ela pode vir acompanhada de outros sintomas como coriza e vermelhidão e inchaço no olho afetado.

A doença não tem cura, e os medicamentos servem apenas para diminuir a dor e a duração das crises. No tratamento, geralmente são utilizados analgésicos, anti-inflamatórios e até mesmo o uso de máscara de oxigênio, como terapia alternativa.

A causa exata da doença ainda é desconhecida.

Quando devo me preocupar com uma dor de cabeça?

Neste artigo você conheceu os principais tipos de dores de cabeça, seus sintomas, possíveis causas e tratamentos.

Caso você (ou alguém próximo) costume se queixar de cefaleias, é importante estar atento à frequência dos sintomas, a intensidade e duração da dor, bem como se é acompanhada por outros sintomas, conforme citamos neste artigo. 

O especialista mais indicado para investigar e tratar os diferentes tipos de dores de cabeça é o neurologista. Caso seja necessário, outros profissionais também podem ser envolvidos no tratamento.

———————-

Promover a assistência à saúde aos seus beneficiários, por meio de uma gestão sustentável, ética, inovadora e transparente é a missão da Geap Autogestão em Saúde!

Gostou do conteúdo? Compartilhe com outras alguém que também possa se beneficiar dessa leitura. Vamos levar à frente essa corrente de boa informação e cuidado!

Related posts
Bem-estar

Sangramento fora do período menstrual: entenda o que pode ser

5 Minutos de Leitura
Sangramentos fora do período menstrual podem ocorrer por vários motivos: desde uma simples troca de anticoncepcional, passando por lesões no colo do…
Bem-estar

Cuidar da saúde no dia a dia: 8 dicas simples

6 Minutos de Leitura
Com rotinas cada vez mais cheias e apressadas, muitas vezes acabamos não reservando o tempo necessário para cuidar de nós mesmos e…
Bem-estar

Quais alimentos contêm mais vitamina D?

3 Minutos de Leitura
Quando se fala em aumentar os níveis de vitamina D no organismo, a primeira (e talvez única) maneira que vem à cabeça…