Cuidado e Prevenção

Os principais sintomas da pneumonia

Os principais sintomas da pneumonia

A pneumonia é um processo inflamatório que pode acometer um ou ambos os pulmões, geralmente causado por vírus ou bactérias, resultando no acúmulo de líquido no interior dessas estruturas. 

O quadro costuma ser resultado da evolução de gripes, resfriados ou outras doenças respiratórias que, quando não devidamente tratadas, podem abrir caminho para a instalação do quadro pulmonar.

No entanto, é preciso ressaltar que nem sempre a pneumonia aparece depois de uma condição respiratória. Mesmo quem está com a saúde em dia pode acabar desenvolvendo sendo acometido, caso não esteja com a imunidade em dia.

Para te ajudar a se proteger desse quadro que pode se tornar perigoso, listamos neste artigo os principais sintomas da pneumonia e os cuidados que precisam ser tomados para evitá-la.

Boa leitura! 

Quais os sintomas da pneumonia?

Na maioria das vezes, os sintomas da pneumonia se manifestam de duas formas:

  • Gradual: quando um processo respiratório infeccioso não é plenamente tratado e acaba evoluindo para uma pneumonia.
  • Repentina: quando a enfermidade ocorre sem outra doença antecedente.

Em ambas as formas, os sintomas geralmente são os mesmos. Sendo os principais:

  • Falta de ar.
  • Dor e/ou dificuldade para respirar.
  • Respiração acelerada.
  • Febre superior a 38ºC.
  • Tosse seca e persistente, que pode evoluir para tosse cheia, eventualmente com presença de secreção (esverdeada ou com sangue).
  • Suor excessivo à noite.
  • Fadiga.
  • Dores musculares.
  • Dores de cabeça frequentes.
  • Mal-estar geral.
  • Fraqueza.

Vale lembrar que esses sintomas podem variar conforme o paciente, suas comorbidades e características individuais, como idade e hábitos de vida. 

Em crianças, por exemplo, podem ocorrer episódios de vômito, perda de apetite, agitação, choro excessivo e até tremores. Já em idosos, é possível observar, além dos sinais mencionados, confusão mental e perda de memória, principalmente durante estados febris.

Um dos fatores que favorecem quadros de pneumonia é a baixa do sistema imunológico. Confira uma lista de alimentos que ajudam a fortalecer suas defesas naturais!

Como é feito o diagnóstico da pneumonia?

Quando o paciente apresenta alguns dos sintomas característicos da pneumonia (como os listados acima), um dos primeiros passos do médico, durante o exame físico, é fazer a chamada ausculta pulmonar com o auxílio do estetoscópio, verificando a entrada e saída de ar dos pulmões, em busca de chiados, roncos ou outros sinais que indiquem alterações.

Caso seja verificado algum sintoma suspeito de pneumonia, o próximo passo é a confirmação por meio de exames de imagem do pulmão, como a radiografia do tórax

Confira abaixo uma imagem que mostra a presença da pneumonia em um dos pulmões:

Outros exames que podem ser solicitados para confirmar o diagnóstico são:

  • Amostras de sangue.
  • Cultura de amostra da garganta.
  • Gasometria arterial.
Fonte: Doctors at Home

Esses procedimentos têm como objetivo identificar o microorganismo responsável pela manifestação dos sintomas e verificar se os pulmões estão funcionando adequadamente.

Quer aprender como identificar sinais de que sua imunidade está baixa? Então confira as dicas deste artigo do nosso Blog!

Como diferenciar Covid de pneumonia?

Os sintomas da pneumonia podem ser facilmente confundidos com os da Covid-19, levando a dúvidas nos pacientes. Isso porque febre, dificuldade ou dor ao respirar, dor de cabeça e tosse estão entre os principais sintomas da pneumonia e também da infecção pelo novo coronavírus. 

Em alguns casos, essa diferenciação pode ser realmente difícil, já que a ação do vírus Sars-CoV-2 pode levar a quadros de pneumonia. Por isso, em casos desse tipo, têm sido usados tanto os exames-padrão para diagnóstico da Covid (especialmente o RT-PCR) quanto exames de imagem do pulmão (especialmente a tomografia computadorizada do tórax).

No entanto, sabe-se que a infecção pelo coronavírus possui alguns sintomas característicos, que podem auxiliar no diagnóstico. 

Ao mesmo tempo, profissionais de saúde também têm observado que, em muitos casos de pneumonia gerada pela Covid-19, os pacientes não sentem falta de ar, mesmo que apresentem quadros mais avançados da doença, o que ressalta a importância da realização de exames, mesmo que aparentemente o sistema respiratório não tenha sido afetado.

Por isso, caso o paciente apresente alguns dos sintomas da pneumonia, mesmo sem dificuldade respiratória, é importante buscar uma avaliação médica. 

Dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) apontam que a pneumonia é a maior causa de morte por doença infecciosa de adultos e de crianças, ceifando anualmente a vida de mais de 800.000 menores de 5 anos. Uma média assustadora de 2.200 mortes diárias. A Unicef afirma que quase todos esses óbitos poderiam ser evitados.


Promover a assistência à saúde aos seus beneficiários, por meio de uma gestão sustentável, ética, inovadora e transparente é a missão da Geap Autogestão em Saúde!

Gostou do conteúdo? Compartilhe com outras alguém que também possa se beneficiar dessa leitura. Vamos levar à frente essa corrente de boa informação e cuidado!

Related posts
Cuidado e Prevenção

Saúde ocular: 10 cuidados para a saúde da sua visão

5 Minutos de Leitura
Segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 50 milhões de brasileiros apresentam algum tipo de problema ocular, sendo…
Cuidado e Prevenção

O passo a passo de como fazer o autoexame das mamas!

4 Minutos de Leitura
Quando o assunto é o câncer de mama, os cuidados preventivos são muito importantes. Afinal, quando identificado precocemente, esse tipo de neoplasia…
Cuidado e Prevenção

Dia Nacional da Vacinação: essa data nunca foi tão importante

3 Minutos de Leitura
Para crianças BCG – contra a tuberculose; VOP – Vacina Oral Contra a Poliomilite ou Parilisia Infantil; Tetravalente – contra a Difteria,…