Cuidado e Prevenção

Saúde ocular: 10 cuidados para a saúde da sua visão

Saúde ocular: cuidados para a saúde da sua visão

Segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 50 milhões de brasileiros apresentam algum tipo de problema ocular, sendo que, desses, 60% são casos de deficiências visuais e cegueira. 

Apesar de vários problemas visuais terem uma origem genética, boa parte deles pode ser evitada ou minimizada se cultivarmos bons hábitos e cuidados com a saúde ocular. 

Apesar de a visita periódica ao(à) oftalmologista ser de extrema importância, existem outras práticas simples – mas muito benéficas – que podem ser adotadas no dia a dia. 

Saiba quais são esses hábitos acompanhando o artigo até o final!

10 cuidados para a saúde ocular

1. Use óculos de sol

A exposição prolongada e sem proteção ao sol não é prejudicial apenas para a pele, mas também para os olhos, devido à ação dos raios ultravioleta (UVA e UVB).

O hábito de não usar óculos de sol pode causar danos sérios à saúde ocular, acelerando a degeneração dessas estruturas com o passar do tempo, aumentando os riscos de diversos problemas, como:

  • Degeneração macular;
  • Queimaduras na córnea;
  • Pterígio;
  • Catarata. 

Para se proteger desses riscos, crie o hábito de sempre usar óculos de sol ao sair de casa, mesmo em situações em que o sol não esteja muito intenso. Isso passa uma falsa sensação de proteção.

Além disso, certifique-se de estar usando óculos que ofereçam proteção contra os raios UVA e UVB, adquirindo-os em locais confiáveis e checando os selos de garantia do produto.

Se quiser ter ainda mais certeza, é possível solicitar a testagem das lentes na ótica, com o uso do lensômetro, um aparelho que todas as boas empresas do ramo possuem.

2. Cuidado com a exposição excessiva às telas e aparelhos eletrônicos

Passar muito tempo na frente do computador ou de outras telas de aparelhos eletroeletrônicos também pode ser danoso para a saúde dos olhos. 

Essa exposição tem ligação direta com o aumento expressivo de casos de miopia e de outros problemas oculares, como o cansaço visual prolongado e o ressecamento ocular. 

No entanto, como vivemos em um mundo onde a grande maioria das pessoas passa muito tempo em frente a telas devido ao trabalho e estudo, reduzir o uso de aparelhos eletrônicos é uma tarefa complicada.

Então, para reduzir os danos, você pode adotar alguns cuidados:

  • Reduzir o nível de emissão de luz azul nas configurações dos seus aparelhos;
  • Se usar óculos de grau, converse com seu(sua) oftalmologista quanto à indicação de óculos com controle de luz azul;
  • Intercalar momentos de uso e de descanso das telas, ao longo do dia;
  • Lembrar-se de piscar os olhos frequentemente. Quando em uso de telas, acabamos deixando de piscar, o que provoca ressecamento e incômodo à visão.

3. Mantenha uma boa alimentação

Por mais que muita gente não saiba, uma das formas de manter a saúde ocular é por meio de uma alimentação equilibrada e saudável. 

Isso porque, ao controlar as quantidades de açúcar e passar a consumir alimentos ricos em certos nutrientes e vitaminas, é possível prevenir ou retardar problemas como a degeneração macular e a retinopatia diabética, por exemplo.

Nesse sentido, as vitaminas e nutrientes mais importantes são:

  • Vitamina A;
  • Vitamina E;
  • Vitamina C;
  • Vitaminas B2, B6, B9 e B12;
  • Luteína e Zeaxantina;
  • Ômega 3;
  • Zinco.

Confira, neste artigo, uma lista de alimentos que são benéficos para proteger as defesas naturais do seu organismo!

4. Evite coçar os olhos

Coçar os olhos pode até parecer um ato inofensivo, mas não é. Principalmente, se feito com frequência ou com muita força. 

Esse hábito pode, além de machucar, também causar deformidades nas córneas. Caso o paciente já tenha predisposição para ceratocone – doença que afeta a córnea – coçar os olhos pode agravar isso.

5. Cuidados com a maquiagem

Esta dica é especialmente para as mulheres. Ter cuidados com a maquiagem também é fundamental para manter a saúde ocular.

Se possível, dê preferência a produtos testados e hipoalergênicos, para evitar possíveis irritações.

Além disso, verifique sempre antes de dormir se toda a maquiagem foi retirada devidamente e evite esfregar a região com força excessiva.

6. Não use colírios sem orientação médica

Se os seus olhos apresentam problemas como irritação, vermelhidão ou coceira frequentes, a solução mais adequada não é a que a maioria das pessoas infelizmente procura: ir à farmácia e comprar um colírio.  

Em vez disso, o ideal é buscar a avaliação de um(a) oftalmologista, identificar a origem do problema e, se for o caso, fazer o tratamento adequado.

Ao usar medicamentos que não foram prescritos por um especialista – ou foram prescritos para outra pessoa – você pode acabar agravando seu quadro, desenvolvendo outros sintomas ou mesmo mascarando as causas do problema ocular.

7. Lave bem os olhos

Uma das formas de reduzir a irritação ou coceira ocular é realizar a higienização da região ao menos uma vez ao dia. 

Lave bem os cílios, os cantos e as pálpebras com água ou faça a limpeza com o auxílio de um pedaço de algodão e, de forma suave e delicada, remova todas as impurezas. 

Uma alternativa é aplicar solução fisiológica, em caso de poeira ou resíduos nos olhos.

8. Higienize corretamente as lentes de contato

Lentes de contato que não sejam devidamente higienizadas podem causar sérios danos à saúde ocular, favorecendo o surgimento de infecções e outros problemas.

Portanto, higienize as lentes e os estojos diariamente, usando produtos específicos, indicados por seu(sua) médico(a).

Além disso, lave as mãos sempre que fizer esse manuseio e realize a troca das lentes conforme a recomendação do seu oftalmologista.

9. Não use óculos de grau de outra pessoa

Pode parecer desnecessário falar, mas isso infelizmente ainda acontece.

Óculos de grau são especificamente prescritos e feitos para atender às necessidades únicas de cada paciente. 

Utilizar os óculos de outra pessoa – mesmo com grau igual ao seu – além de poder causar tonturas, dores de cabeça e dor nos olhos, pode prejudicar ainda mais sua visão.

10. Durma bem

Finalmente, a dica mais fácil e, ao mesmo tempo, uma das mais benéficas de nossa lista: dormir!

Dormir bem é fundamental para o descanso e hidratação dos olhos. Durante esse momento, as pálpebras e glândulas da região ocular promovem um período mais longo de lubrificação dos olhos.

Além disso, nesse momento as musculaturas e estruturas oculares passam por um processo de recuperação e relaxamento

Não dormir o suficiente pode tornar a região ressecada, irritada e mais vulnerável a infecções. 

A importância do acompanhamento oftalmológico

Ter cuidados  com a saúde ocular é algo importante para todas as idades. E não apenas os hábitos citados acima devem ser estimulados, como também a visita anual ao(à) oftalmologista, mesmo que aparentemente o paciente não apresente problemas na região.

Isso porque a maioria das doenças que afetam e danificam a visão só apresentam sintomas quando estão mais avançadas. Sendo assim, a prevenção é sempre o melhor caminho. 

Cuidar da saúde ocular deve fazer parte de sua rotina diária de cuidados. Ajude a espalhar essa corrente positiva de cuidado e proteção, compartilhando este conteúdo com outras pessoas que também possam se beneficiar!


Promover a assistência à saúde aos seus beneficiários, por meio de uma gestão sustentável, ética, inovadora e transparente é a missão da GEAP Saúde – Fundação de Assistência ao Servidor Público!

Related posts
Cuidado e Prevenção

Quais são os principais tipos de alergias de pele?

6 Minutos de Leitura
Coceira persistente, vermelhidão, caroços, descamação. Estes são só alguns dos sintomas mais comuns nos diversos tipos de alergias de pele que existem….
Cuidado e Prevenção

Crise de ansiedade: quais os sintomas e o que fazer?

4 Minutos de Leitura
Quem já passou por uma crise de ansiedade sabe o quanto essa experiência é desagradável e, às vezes, desesperadora. Em muitos casos,…
Cuidado e Prevenção

7 exames que todo homem precisa fazer ao longo da vida!

5 Minutos de Leitura
O cuidado com a saúde masculina é algo que vem ganhando cada vez mais relevância e (felizmente) sendo mais e mais falado,…