Higiene bucal pode auxiliar na prevenção de complicações da Covid-19

Em face da pandemia do novo coronavírus, as preocupações e cuidados com a higiene pessoal aumentaram, itens como álcool, álcool gel, luvas, máscaras, e outros, tornaram-se grandes aliados na luta contra a Covid-19.

Cada vez mais devemos nos adequar às novas formas de prevenção do contágio da doença, e por isso o Sistema Conselho de Odontologia, do Conselho Federal de Odontologia (CFO), divulgou um comunicado oficial, onde, orienta sobre a importância dos cuidados com a higiene bucal, pelo fato de a boca representar uma das principais fontes de contaminação do vírus.

Especialistas da área recomendam que a combinação do asseio da boca, como o uso de fio dental, higienizador de língua e da escova de dente, associados aos cuidados de higienização das mãos, são peças-chave para diminuição das chances de contágio, pois as medidas de prevenção devem estar integradas.

O CFO alerta que a boa assepsia bucal pode amenizar e diminuir as complicações dos sintomas mais graves da Covid-19, como doenças pulmonares. Além disso, de acordo com diversos estudos, uma higienização bucal adequada, também, pode auxiliar na prevenção de doenças cardíacas, depressão e doenças crônicas não transmissíveis como diabetes, hipertensão arterial, câncer, entre outras doenças sistêmicas.


Mais Notícias