Cuidado e Prevenção

O passo a passo de como fazer o autoexame das mamas!

O passo a passo de como fazer o autoexame das mamas!

Quando o assunto é o câncer de mama, os cuidados preventivos são muito importantes. Afinal, quando identificado precocemente, esse tipo de neoplasia apresenta uma chance de cura superior a 90%.

E para prevenção da doença, um dos recursos que as mulheres têm ao seu alcance é o autoexame das mamas.

Trata-se de um procedimento simples, rápido, porém muito importante, que permite à mulher manter uma avaliação regular da saúde das mamas, visando identificar possíveis alterações.

Mas como fazer o autoexame das mamas do jeito certo? Quais alterações devem chamar sua atenção? Quando buscar ajuda médica?

São essas e outras respostas que você vai encontrar no artigo de hoje.

Venha aprender a se cuidar melhor com a gente!

A importância do autoexame da mama

O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres e também é a maior causa de óbitos entre esse público, de acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer). 

Devido ao grande número de casos, cada vez mais avançam os estudos e as tecnologias que permitam um diagnóstico cada vez mais precoce de novos casos.

No entanto, alguns cuidados básicos e simples ainda são bastante válidos, como é o caso do exame físico das mamas, uma técnica simples, que pode ser feita tanto por profissionais de saúde quanto pela própria mulher.

Ainda que o autoexame não substitua as consultas médicas e, principalmente, os exames de imagem, ele continua sendo um recurso acessível e válido, que não pode ser deixado de lado.

Veja também: como funciona a telemedicina?

Além disso, ao estabelecer o hábito de avaliar o próprio corpo regularmente, a mulher passa a conhecer melhor sua própria anatomia, tornando-se capaz de identificar mais rapidamente possíveis alterações que venham a surgir em seu corpo.

Apesar de algumas controvérsias que ainda existem a respeito da real utilidade do autoexame, o fato é que ele deve, sim, fazer parte da rotina mensal de cuidados da mulher.

Você sabe por que o Outubro Rosa é tão importante para proteger a saúde das mulheres, qual a sua origem e as causas que ele defende? Então confira o artigo! 

Passo a passo para fazer o autoexame das mamas

A recomendação é de que o autoexame seja feito ao menos uma vez ao mês, cerca de uma semana após a menstruação, momento em que as mamas estão menos doloridas e menos inchadas. Mulheres que já não menstruam podem escolher uma data fixa do mês para realizar. 

O autoexame pode ser feito durante o banho, em frente ao espelho ou mesmo deitada. Em todos os momentos, a mulher deve estar com as mamas livre de roupas e acessórios. O ideal é que as três formas sejam realizadas, já que podem favorecer uma avaliação mais precisa.

Veja o passo a passo:

1. De frente para o espelho

Esta forma de realizar o autoexame favorece a avaliação visual do aspecto das mamas, como alterações na pele ou no formato, ou mesmo secreções vindas dos mamilos.

  • Posicione-se em frente ao espelho e mantenha os braços relaxados junto ao corpo. Observe as características dos seus seios.
  • Apoie os braços na cintura, fazendo um pouco de força e, em seguida, eleve-os até atrás da cabeça. Observe novamente se há alguma alteração nos seios.
  • Pressione os mamilos e veja se há algum tipo de secreção.
  • Use a mão esquerda para fazer movimentos circulares no seio direito, fazendo também pressão com a polpa dos dedos. Faça o mesmo com a mão direita e o seio esquerdo.

2. Durante o banho

Realizar o autoexame durante o banho facilita para a mulher deslizar os dedos pela pele, em busca de alterações mais profundas.

  • Com uma das mãos atrás da cabeça, toque cuidadosamente a mama desse mesmo lado com a mão oposta.
  • Realize movimentos circulares e de baixo para cima, buscando quaisquer irregularidades, tanto no seio quanto no mamilo
  • Repita o processo com a outra mama.

3. Posição deitada

Na posição deitada de costas, as mamas se espalham e se aproximam mais das costelas, facilitando a identificação de possíveis nódulos ou formações endurecidas.

  • Deite-se com um dos braços elevados até atrás da cabeça.
  • Ponha uma toalha ou travesseiro por baixo do ombro desse mesmo lado e use a mão oposta para apalpar o seio e a axila desse lado.
  • Faça leves pressões e movimentos circulares.
  • Repita o processo do outro lado.

O que buscar durante essa avaliação?

Durante o autoexame das mamas, a mulher deve observar alguns pontos importantes, como:

  • Secreção nos mamilos, especialmente transparentes ou sanguinolentos;
  • Ferimentos, lesões, vermelhidão, coceira ou ardência;
  • Pele retraída ou enrugada, com aspecto de “casca de laranja”;
  • Mamilo afundado ou invertido;
  • Nódulos, principalmente os mais rígidos, de bordas indefinidas e que não se movem à palpação;
  • Inchaço e dor sem causa aparente;
  • Veias dilatadas e mais aparentes.

A mamografia é o exame de referência para detecção precoce do câncer de mama. Neste artigo, listamos tudo o que você precisa saber sobre ele. Confira!

O autoexame substitui o exame de mamografia?

A partir da prática regular do autoexame das mamas, a mulher desenvolve o hábito de observar seu próprio corpo, perde o receio de se tocar (algo ainda muito comum), estabelecendo mais intimidade consigo mesma e com sua anatomia, o que a permite identificar mais rapidamente qualquer alteração e buscar uma avaliação médica de forma precoce.

Independentemente disso, as consultas e os exames preventivos de rotina continuam sendo fundamentais para o diagnóstico precoce do câncer de mama e de outras doenças igualmente perigosas para a saúde da mulher.

Leia também: A importância da saúde mental no trabalho

O autoexame é um importante auxiliar, mas nunca um substituto para a mamografia, que continua sendo o “padrão-ouro” no diagnóstico do câncer de mama.

Gostou de saber mais sobre a importância do autoexame das mamas? Compartilhe esse artigo com alguém que também precisa saber disso.


Promover a assistência à saúde aos seus beneficiários, por meio de uma gestão sustentável, ética, inovadora e transparente é a missão da GEAP Saúde – Fundação de Assistência ao Servidor Público!

Related posts
Cuidado e Prevenção

Quais são os principais tipos de alergias de pele?

6 Minutos de Leitura
Coceira persistente, vermelhidão, caroços, descamação. Estes são só alguns dos sintomas mais comuns nos diversos tipos de alergias de pele que existem….
Cuidado e Prevenção

Crise de ansiedade: quais os sintomas e o que fazer?

4 Minutos de Leitura
Quem já passou por uma crise de ansiedade sabe o quanto essa experiência é desagradável e, às vezes, desesperadora. Em muitos casos,…
Cuidado e Prevenção

7 exames que todo homem precisa fazer ao longo da vida!

5 Minutos de Leitura
O cuidado com a saúde masculina é algo que vem ganhando cada vez mais relevância e (felizmente) sendo mais e mais falado,…