Notícias

Atenção beneficiários Geap: Dietas da moda podem ser prejudiciais
A+ A-

                             

O tema está em alta e é possível até que você já tenha utilizado um dos métodos ensinados através das “dietas da moda” para obter ajuda e atingir o resultado desejado, em curto prazo. Mas, será que essas “fórmulas milagrosas” fazem bem para saúde?

A professora do Departamento de Nutrição da Universidade de Brasília, Nathalia Pizato, afirma que as dietas da moda não passam de propaganda enganosa. “A pessoa até consegue algum emagrecimento, mas não há benefícios em longo prazo. Elas podem, inclusive, trazer prejuízos à saúde e muitas vezes o peso perdido volta rápido”, aponta Nathalia.

Um dos motivos ainda que fortalecem essa afirmação, por exemplo, é que, de forma geral, além de muitas vezes não possuírem embasamento científico e podem causar deficiências nutricionais e potenciais riscos à saúde, se conduzidas por um longo período. Além disso, não é recomendada a adoção de qualquer tipo de dieta sem a orientação de um profissional de saúde, especialmente o nutricionista. A perda de peso está diretamente ligada a uma reeducação alimentar, atividades físicas e mudanças de hábito em longo prazo.

A Geap te ajuda

De forma gratuita, os beneficiários dos planos Geap contam com acompanhamento médico integral por meio da Política MAIS saúde, que oferece ações de promoção da saúde, prevenção e monitoramento de doenças. As atividades estimulam o autocuidado, o bem-estar e a qualidade de vida. Uma iniciativa dentro do Mais Saúde é a “Movimente-se com saúde” que, em parceria com algumas patrocinadoras, promove ações de incentivo à prática de atividades físicas dentro do ambiente de trabalho.

A Geap entende que, ao estimular hábitos saudáveis, o programa contribui para diminuir fatores de risco como sedentarismo, obesidade e doenças crônicas não transmissíveis, melhorando a qualidade de vida e a autoestima dos participantes.

Publicação GEAP/ASCOM - 12/09/2018