OUTRAS NOTÍCIAS

GEAP/SE promove palestra do Programa de Saúde Auto Conduzida


Dentro do Programa de Saúde Auto Conduzida promovido pela Superintendência da GEAP em Sergipe, será realizada hoje (7) mais uma palestra do Seminário "As Dores do Ser Humano", em que especialistas falam sobre cada um dos sentimentos básicos do homem, como medo, temor da morte, raiva, mágoa, insegurança, ansiedade e apego. A advogada e terapeuta holística Eliane Monte Alegre falará sobre o tema "Mágoa", das 17h às 19h, na sede da GEAP no Estado.

As palestras do seminário, que teve início em 10 de março, acontecem toda primeira segunda-feira de cada mês. Os próximos temas a serem abordados serão "Insegurança", no dia 4/08, e "Ansiedade", no dia 1º/09. O seminário é gratuito para todos os assistidos.

A GEAP iniciou pela Superintendência de Sergipe o projeto piloto do Programa GEAP de Saúde Auto Conduzida, com objetivos explicar ao assistido por quê ele adoece e a importância do poder da mente no processo de cura. O programa enfatiza que saúde e doença são processos determinados pela harmonia ou desarmonia interior.

O Programa de Saúde Auto Conduzida é composto por 5 projetos: Manutenção da Saúde, Apoio à Vida, Consciência Corporal, Cuidar-se Para Cuidar e Clara Luz.

Além das palestras, O Saúde Auto Conduzida promove encontros semanais nas Patrocinadoras, facilitando o processo de auto conhecimento, além de reuniões semanais na sede da GEAP com os grupos de apoio à vida com beneficiários portadores de enfermidades, para explicar o processo de cura interior. Já a Consciência Corporal é trabalhada por meio de aulas de Ioga, Tai Chi Chuan e do Core Energetic, removendo a tensão física do assistido.

O projeto "Cuidar-se para Cuidar" destina-se aos profissionais que zelam pela saúde dos beneficiários dos planos da GEAP. Os empregados da Fundação e os cuidadores do Programa de Gerenciamento de Casos (PGC) em Sergipe já aderiram em peso ao projeto para melhor atender à clientela.

Já o "Clara Luz" se propõe a assumir a importante missão de não só estar presente no momento do nascimento de um novo assistido, mas também no processo de morte do beneficiário, facilitando assim para os familiares a compreensão dessa passagem a que todo ser humano inevitavelmente será submetido.

Mais informações na GEAP/SE: (79) 211-4089.

07.07.2003